terça-feira, 28 de outubro de 2014

Nada de Nada


Acho que não acho nada de nada e, se achasse, por certo acharia errado. É que acho que não tenho discernimento suficiente para achar isso ou aquilo, além do mais, acho que achar alguma coisa de algo é pura perda de tempo.


Se acho que perderia meu tempo achando o que não deveria achar, é porque o achado não valia a pena achar. E sigo assim, achando sem achar, perdendo sem saber se vou achar novamente o que nunca foi achado de fato.


Pedro Altino Farias, 01/05/2014

ATENÇÃO:
os textos deste blog estão protegidos pela lei nº 9.610 de 19/02/1998. Não copie, reproduza ou publique sem mencionar os devidos créditos. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário